Escola Tomista

Baseado em 9 avaliações
  • 301 Alunos matriculados
  • 300 Horas de duração
  • 209 Aulas
  • 2 Módulos
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Aulas maravilhosas. "
Maurício
mais avaliações

Eis o programa das duas partes da Escola Tomista.

Parte 1

1. Introdução filosófica às diversas ciências e às diversas artes: as primeiras noções.
Observação. Mostrar-se-á, antes de tudo, o que são as ciências e as artes, e de que modo as artes podem dizer-se ciências, e as ciências artes (especialmente liberais). Mostrar-se-á, ainda, a distinção entre arte e experiência.
2. A Lógica ou ciência-arte propedêutica a todas as demais ciências e a todas as demais artes.
a) Introdução e a Lógica em si mesma.
Apêndice: A Gramática.
Observação 1. Não se estudará a Gramática (nem a portuguesa nem a latina) em sua parte normativa propriamente dita, mas apenas em seus fundamentos lógicos.
Observação 2. Aqui também se tratará a arte da Tradução não literária.
b) O tratado dos predicáveis.
c) A querela dos universais.
d) As categorias ou predicamentos.
e) Os análogos e os análogos supremos (os transcendentais).
f) O tratado da proposição.
g) O tratado da figura do silogismo.
h) O tratado da demonstração.
Observação. Em todo o estudo da Lógica mais propriamente dita ou stricto sensu, ter-se-á de tratar criticamente a doutrina de muitos tomistas.
i) As partes potenciais da Lógica.
• A Dialética, ou tratado da investigação do provável.
• A Retórica, ou a arte de fazer tender ao verossímil mediante o bem e o justo.
• A Poética, ou a arte de fazer tender ao bom e ao verdadeiro mediante o belo.
Observação 1. Aqui se mostrará que o conjunto das artes do belo, desde a Poética propriamente dita até às demais (Música, Escultura, etc.), tem o mesmo fim. Mas, se a razão de parte potencial da Lógica que deve dar-se à Poética (assim como à Retórica) é mais frágil que a que deve dar-se à Dialética, mas ainda é própria, haverá portanto que mostrar se se pode dar a mesma razão às demais artes do belo.
Observação 2. Também se tratará a arte da Tradução literária.
• Os elencos sofísticos, ou o tratado das falácias ou sofismas.
3. As ciências práticas do agere.
a) A Ética, ou ciência do autogoverno.
b) A Econômica, ou ciência do governo doméstico e de seu desdobramento na pólis.
c) A Política, ou ciência do governo da pólis.
Observação 1. A Prudência docens ou Ética é verdadeira ciência (prática), mas não é arte de modo algum, enquanto a Prudência utens ou Prudência propriamente dita não é ciência de modo algum, mas se diz arte em sentido amplo.
Observação 2. Aqui também se tratará, ainda que algo sumariamente, o Direito.
Observação 3. Diga-se o mesmo da História.
4. A Física Geral, ou ciência genérica do ente móvel.
Observação 1. Lançar-se-á um olhar às partes subjetivas da Física Geral:
a) a Cosmologia ou ciência física do ente segundo o lugar;
b) a Química ou ciência física do ente segundo a geração e a corrupção;
c) a Biologia ou ciência física do ente segundo o aumento e a diminuição;
d) a Psicologia ou ciência física do ente segundo alteração.
Observação 2. A alteração é a espécie de movimento relativa às qualidades, e as qualidades por antonomásia são as virtudes intelectuais e morais do homem. Mas a Psicologia ou Antropologia, enquanto trata precisamente a parte intelectivo-volitiva da alma humana, obviamente não é ciência física. Logo, a Psicologia é uma como ciência média entre a Física e a Metafísica, o que decorre da mesma natureza humana. Estudar-se-á detidamente.
Observação 3. Tratar-se-ão, criticamente, as chamadas “ciências modernas”, e muito especialmente o darwinismo e a relatividade einsteiniana.
Observação 4. Mas também há que corrigir e atualizar a doutrina aristotélico-tomista quanto a algumas das partes subjetivas da Física Geral, muito especialmente a Cosmologia.
5. A Matemática ou ciência do ens quantum.
a) A Aritmética ou ciência matemática das quantidades discretas.
b) A Geometria ou ciência matemática das quantidades contínuas.
Observação. No curso, não se tratará a Matemática detidamente, sobretudo porque esta atingiu tal grau de complexidade, que só um especialista seria capaz de ensiná-la. Mas dar-se-ão suas notas gerais.
6. A Metafísica (ou Filosofia Primeira, ou Teologia Filosófica), ou ciência do ente enquanto ente.
Apêndice: História da Filosofia: Do Impulso Grego ao Abismo Moderno
Observação. Algo do que se dirá aqui já terá sido tratado, profundamente, ao longo do curso.
1. A Filosofia Pagã Clássica:
a) Os pré-socráticos:
• Os naturalistas; Pitágoras e os pitagóricos; Xenófanes e a Escola Eleática; Empédocles; Anaxágoras; os atomistas; o ecletismo; a decadência sofística.
b) Sócrates: a abertura da estrada real da filosofia.
c) Os socráticos menores: decadência.
d) Platão.
e) Aristóteles: a Filosofia por antonomásia.
f) Entre o período helenístico e o fim da era pagã – longa decadência:
• As escolas socráticas, platônicas e aristotélicas; o estoicismo; cepticismo e ecletismo.
g) O neoestoicismo romano.
h) Andrônico, o renascimento do aristotelismo e o neoaristotelismo de Alexandre de Afrodísias.
i) Epicurismo, pirronismo, cepticismo e cinismo tardios.
j) Fílon de Alexandria.
k) Médio-platonismo e neopitagorismo.
l) O neoplatonismo:
• Plotino e seus discípulos, em especial Porfírio.
2. O Filosofar Cristão.
§ Não se tratará aqui a Teologia Sagrada. Mas ter-se-ão sempre em conta as luzes que ela projeta sobre a mesma Filosofia.
a) Os Padres e Santo Agostinho.
b) A Escolástica até Santo Tomás de Aquino.
§ Avicena e Averróis.
c) A decadência:
• Duns Scot; Ockham e o nominalismo.
d) A reação tomista ao scotismo e ao nominalismo: seus méritos, seus defeitos:
• Os primeiros; o Cardeal Caetano; Salamanca; João de Santo Tomás; et alii.
e) Fora do tomismo:
• Nicolau de Cusa.
• O ecletismo de Suárez.
3. A Filosofia Moderna ou o Antiaristotelismo:
a) O surgimento no Renascimento da chamada “ciência moderna” (e suas sementes humanistas).
• Giordano Bruno, Bacon, Gassendi, Galileu; Maquiavel; et alii.
b) De Descartes a Leibniz:
• Descartes; Pascal; Malebranche; Spinoza; Leibniz.
c) De Hobbes a Hume:
• Hobbes; Locke; Newton; Berkeley; Hume.
d) De Wolf a Kant:
• A Ilustração francesa; a Ilustração alemã; Vico; Kant.
e) De Fichte a Nietzsche:
• Fichte; Schelling; Hegel; Schopenhauer; Kierkegaard; o primeiro materialismo; o neokantismo; Nietzsche.
§ O marxismo e o darwinismo.
f) De Bentham a Merleau-Ponty:
• Bentham; Spencer; Mill; Spencer; o idealismo anglo-saxão; o pragmatismo; Moore; Russell.
§ Whitehead.
• Maine de Biran; Comte e o positivismo; Ravaisson; Husserl e a fenomenologia; Bergson; Heidegger; Sartre; Merleau-Ponty.
§ O modernismo “católico”.
§ O neotomismo.
§ A Psicanálise, a Sociologia e a Linguística.
§ Louis Lavelle e Xavier Zubiri.
g) O fundo do abismo contemporâneo.

Parte 2

§ A Sagrada Teologia, ou ciência de Deus enquanto Deus (ou sob a razão de Deus) – a única das ciências que é simultaneamente especulativa e prática e cujos princípios não se alcançam pelas luzes da razão
Observação. O curso fundar-se-á em toda a Suma Teológica de Santo Tomás de Aquino, incluído seu Suplemento, e em outras obras do Doutor Angélico.

Observação geral 1. Dar-se-á sempre, ao longo de ambos os cursos, a devida bibliografia.
Observação geral 2. Os alunos poderão sempre escrever ao professor suas dúvidas relativas aos cursos; e as respostas do professor ficarão disponíveis, por escrito ou em vídeo, para todos os alunos. Não raro, todavia, a resposta não será individual, mas a um conjunto de perguntas de dois ou mais alunos.

Nenhuma descrição cadastrada.
Carlos Nougué
"Filósofo Tomista e professor de Filosofia, de Tradução e de Língua Portuguesa. Autor de várias obras e tradutor premiado."

           

Professor de Filosofia, de Tradução e de Língua Portuguesa. Tradutor de Filosofia, Teologia e Literatura (do francês, do latim, do espanhol e do inglês). Lexicógrafo. Ganhador do Prêmio Jabuti de Tradução/1993 e finalista do Prêmio Jabuti/2005 pela tradução de D. Quixote da Mancha, de Miguel de Cervantes (edição oficial do Quarto Centenário da edição princeps). Já traduziu autores como Cícero, Santo Agostinho, Santo Tomás de Aquino, G. K. Chesterton, Louis Lavelle, Xavier Zubiri. Atualmente dá cursos on-line de Gramática e de Filosofia Tomista.


 I. Dados pessoais:

    Nome: Carlos (Augusto Ancêde) Nougué;

    Nacionalidade: brasileira;

    Idade: 66 anos.

    II. Qualificações profissionais:

    1) Professor de Filosofia, de Teologia e de Estética por diversos lugares;

    2) Professor de Tradução e de Língua Portuguesa em nível de pós-graduação;

    3) Tradutor de Filosofia, de Teologia e de Literatura (do latim, do francês, etc.);

    4) Lexicógrafo.

    III. Autor dos seguintes livros:

    • Suma Gramatical da Língua Portuguesa – Gramática Geral e Avançada (São Paulo, É Realizações, 2015, 608 pp.);

    • Estudos Tomistas – Opúsculos (Formosa, Edições Santo Tomás, 2016, 192 pp.);

    • Do Papa Herético e outros opúsculos (Formosa, Edições Santo Tomás, 2017, 404 pp.);

    • Comentário à Isagoge de Porfírio (Formosa, Edições Santo Tomás; por lançar-se em 2020);

    • Da Arte do Belo (Formosa, Edições Santo Tomás, 2018, 600 pp.);

    • A Necessidade da Física Geral Aristotélica (São Paulo, É Realizações; por lançar-se como estudo introdutório da tradução do Comentário de Santo Tomás à Física de Aristóteles).

    • etc.

    IV. Outros cursos on-line ministrados por Carlos Nougué:

    • O Melhor Regime Político segundo S. Tomás de Aquino (e o atual momento brasileiro);

    • Curso POR UMA FILOSOFIA TOMISTA;

    • Curso "Para Bem Escrever na Língua Portuguesa";

    • A EXISTÊNCIA DE DEUS E A CRIAÇÃO DO MUNDO – SEGUNDO SANTO TOMÁS DE AQUINO.

    V. Responsável pelas seguintes páginas web:

    • Estudos Tomistas (www.estudostomistas.com.br);

    • A Boa Música (www.aboamusica.com.br).


Conteúdo Programático

Avisos, material de apoio e respostas aos alunos.
  • 1. Livros
  • 2. Respostas aos alunos
  • 3. Para entrar em contato com o professor Nougué
  • 4. DESCONTOS E PROMOÇÕES
Aulas da Escola Tomista
  • 1. Aula 1 - Aula Magna
  • 2. Aula 2 - Introdução I
  • 3. Aula 3 - Introdução II
  • 4. Aula 4 - Introdução III
  • 5. Aula 5 - Introdução IV
  • 6. Aula 6 - Introdução V
  • 7. Aula 7 - Introdução VI
  • 8. Aula 8 - Introdução VII
  • 9. Aula 9 - Introdução VIII
  • 10. Aula 10 - Introdução IX
  • 11. Aula 11 - Introdução à Lógica I
  • 12. Aula 12 - Introdução à Lógica II
  • 13. Aula 13 - Introdução à Lógica III
  • 14. Aula 14 - Introdução à Lógica IV
  • 15. Aula 15 - Introdução à Lógica V
  • 16. Aula 16 - Introdução à Lógica VI
  • 17. Aula 17 - Introdução à Lógica VII
  • 18. Aula 18 - Introdução à Lógica VIII
  • 19. Aula 19 - Introdução à Lógica IX
  • 20. Aula 20 - Introdução à Lógica X
  • 21. Aula 21 - Introdução à Lógica XI
  • 22. Aula 22 - Introdução à Lógica XII
  • 23. Aula 23 - Introdução à Lógica XIII
  • 24. Aula 24 - Introdução à Lógica XIV
  • 25. Aula 25 - Introdução à Lógica XV
  • 26. Aula 26 - Os Predicáveis I
  • 27. Aula 27 - Os Predicáveis II
  • 28. Aula 28 - Os Predicáveis III
  • 29. Aula 29 - Os Predicáveis IV
  • 30. Aula 30 - Os Predicáveis V
  • 31. Aula 31 - Os Predicáveis VI
  • 32. Aula 32 - Os Predicáveis VII
  • 33. Aula 33 - As Categorias I
  • 34. Aula 34 - As Categorias II
  • 35. Aula 35 - As Categorias III
  • 36. Aula 36 - As Categorias IV
  • 37. Aula 37 - As Categorias V
  • 38. Aula 38 - As Categorias VI
  • 39. Aula 39 - As Categorias VII
  • 40. Aula 40 - As Categorias VIII
  • 41. Aula 41 - As Categorias IX
  • 42. Aula 42 - As Categorias X
  • 43. Aula 43 - As Categorias XI
  • 44. Aula 44 - As Categorias XII
  • 45. Aula 45 - As Categorias XIII
  • 46. Aula 46 - Transcendentais I
  • 47. Aula 47 - Transcendentais II
  • 48. Aula 48 - Transcendentais III
  • 49. Aula 49 - Peri Hermeneias
  • 50. Aula 50 - Peri Hermeneias II
  • 51. Aula 51 - Peri Hermeneias III
  • 52. Aula 52 - Peri Hermeneias IV
  • 53. Aula 53 - Peri Hermeneias V
  • 54. Aula 54 - Os Analíticos
  • 55. Aula 55 - A Figura do Silogismo
  • 56. Aula 56 - Tratado da Demonstrarção I
  • 57. Aula 57 - Tratado da Demonstrarção II
  • 58. Aula 58 - Tratado da Demonstração III
  • 59. Aula 59 - Sofística I
  • 60. Aula 60 - Sofística II
  • 61. Aula 61 - Sofística III
  • 62. Aula 62 - Dialética I
  • 63. Aula 63 - Dialética II
  • 64. Aula 64 - Dialética III
  • 65. Aula 65 - Dialética IV
  • 66. Aula 66 - Dialética V
  • 67. Aula 67 - Retórica I
  • 68. Aula 68 - Retórica II
  • 69. Aula 69 - Retórica III
  • 70. Aula 70 - Retórica IV
  • 71. Aula 71 - Retórica V
  • 72. Aula 72 - Retórica VI
  • 73. Aula 73 - Arte do Belo I
  • 74. Aula 74 - Arte do Belo II
  • 75. Aula 75 - Arte do Belo III
  • 76. Aula 76 - Arte do Belo IV
  • 77. Aula 77 - Arte do Belo V
  • 78. Aula 78 - Arte do Belo VI
  • 79. Aula 79 - Física Geral I - Introdução I
  • 80. Aula 80 - Física Geral II - Introdução II
  • 81. Aula 81 - Física Geral III - Introdução III
  • 82. Aula 82 - Física Geral IV - Introdução IV
  • 83. Aula 83 - Física Geral V - Introdução V
  • 84. Aula 84 - Física Geral VI - Introdução VI
  • 85. Aula 85 - Física Geral VII - O sistema das causas I
  • 86. Aula 86 - Física Geral VIII - O sistema das causas II
  • 87. Aula 87 - Física Geral IX - O sistema das causas III
  • 88. Aula 88 - Física Geral X - O sistema das causas IV
  • 89. Aula 89 - Física Geral XI - O sistema das causas V
  • 90. Aula 90 - Física Geral XII - O sistema das causas VI
  • 91. Aula 91 - Física Geral XIII - O sistema das causas VII
  • 92. Aula 92 - Física Geral XIV - O sistema das causas VIII
  • 93. Aula 93 - Física Geral XV - O sistema das causas IX
  • 94. Aula 94 - Física Geral XVI - O sistema das causas X
  • 95. Aula 95 - Física Geral XVII - O sistema das causas XI
  • 96. Aula 96 - Física Geral XVIII - O sistema das causas XII
  • 97. Aula 97 - Física Geral XIX - O sistema das causas XIII
  • 98. Aula 98 - Física Geral XX - O sistema das causas XIV
  • 99. Aula 99 - Física Geral XXI - O sistema das causas XV
  • 100. Aula 100 - Física Geral XXII - O sistema das causas XVI
  • 101. Aula 101 - Física Geral XXIII - O sistema das causas XVII
  • 102. Aula 102 - Física Geral XXIV - O sistema das causas XVIII
  • 103. Aula 103 - Física Geral XXV - O sistema das causas XIX
  • 104. Aula 104 - Física Geral XXVI - O sistema das causas XX
  • 105. Aula 105 - Física Geral XXVII - O sistema das causas XXI
  • 106. Aula 106 - Física Geral XXVIII - O sistema das causas XXII
  • 107. Aula 107 - Física Geral XXIX - O sistema das causas XXIII
  • 108. Aula 108 - Física Geral XXX - O sistema das causas XXIV
  • 109. Aula 109 - Física Geral XXXI - O sistema das causas XXV
  • 110. Aula 110 - Física Geral XXXII - O sistema das causas XXVI
  • 111. Aula 111 - Física Geral XXXIII - O sistema das causas XXVII
  • 112. Aula 112 - Física Geral XXXIV - O sistema das causas XXVIII
  • 113. Aula 113 - Física Geral XXXV - O sistema das causas XXIX
  • 114. Aula 114 - Física Geral XXXVI - O sistema das causas XXX
  • 115. Aula 115 - Física Geral XXXVII - O sistema das causas XXXI
  • 116. Aula 116 - Física Geral XXXVIII - O sistema das causas XXXII
  • 117. Aula 117 - Física Geral XXXIX - O sistema das causas XXXIII
  • 118. Aula 118 - Física Geral XL - O sistema das causas XXXIV
  • 119. Aula 119 - Física Geral XLI - O sistema das causas XXXV
  • 120. Aula 120 - Física Geral XLII - O sistema das causas XXXVI
  • 121. Aula 121 - Física Geral XLIII - O sistema das causas XXXVII
  • 122. Aula 122 - Física Geral XLIV - O sistema das causas XXXVIII
  • 123. Aula 123 - Física Geral XLV - O sistema das causas XXXIX
  • 124. Aula 124 - Física Geral XLVI - O sistema das causas XL
  • 125. Aula 125 - Física Geral XLVII - O sistema das causas XLI
  • 126. Aula 126 - Física Geral XLVIII - O sistema das causas XLII
  • 127. Aula 127 - Cosmologia I
  • 128. Aula 128 - Cosmologia II
  • 129. Aula 129 - Cosmologia III
  • 130. Aula 130 - Cosmologia IV
  • 131. Aula 131 - Cosmologia V
  • 132. Aula 132 - Cosmologia VI
  • 133. Aula 133 - Cosmologia VII
  • 134. Aula 134 - Cosmologia VIII
  • 135. Aula 135 - Cosmologia IX
  • 136. Aula 136 - Cosmologia X
  • 137. Aula 137 - Cosmologia XI
  • 138. Aula 138 - Cosmologia XII
  • 139. Aula 139 - Cosmologia XII
  • 140. Aula 140 - Cosmologia XIV
  • 141. Aula 141 - Cosmologia XV
  • 142. Aula 142 - Cosmologia XVI
  • 143. Aula 143 - Cosmologia XVI
  • 144. Aula 144 - Cosmologia XVI
  • 145. Aula 145 - Cosmologia XIX
  • 146. Aula 146 - Cosmologia XX
  • 147. Aula 147 - Cosmologia XXI
  • 148. Aula 148 - Cosmologia XXII
  • 149. Aula 149 - Cosmologia XXIII
  • 150. Aula 150 - Cosmologia XXIV
  • 151. Aula 151 - Cosmologia XXV
  • 152. Aula 152 - Cosmologia XXVI
  • 153. Aula 153 - Cosmologia XXVII
  • 154. Aula 154 - Cosmologia XXVIII
  • 155. Aula 155 - Cosmologia XXIX
  • 156. Aula 156 - Química I
  • 157. Aula 157 - Química II
  • 158. Aula 158 - Química III
  • 159. Aula 159 - Química IV
  • 160. Aula 160 - Química V
  • 161. Aula 161 - Química VI
  • 162. Aula 162 - Química VII
  • 163. Aula 163 - Química VIII
  • 164. Aula 164 - Química IX
  • 165. Aula 165 - Biologia 1
  • 166. Aula 166 - Biologia 2
  • 167. Aula 167 - Biologia 3
  • 168. Aula 168 - Biologia 4
  • 169. Aula 169 - Biologia 5
  • 170. Aula 170 - Biologia 6
  • 171. Aula 171 - Biologia 7
  • 172. Aula 172 - Biologia 8
  • 173. Aula 173 - Psicologia 1
  • 174. Aula 174 - Psicologia 2
  • 175. Aula 175 - Psicologia 3
  • 176. Aula 176 - Psicologia 4
  • 177. Aula 177 - Psicologia 5
  • 178. Aula 178 - Psicologia 6
  • 179. Aula 179 - Psicologia 7
  • 180. Aula 180 - Psicologia 8
  • 181. Aula 181 - Psicologia 9
  • 182. Aula 182 - Psicologia 10
  • 183. Aula 183 - Psicologia 11
  • 184. Aula 184 - Psicologia 12
  • 185. Aula 185 - Psicologia 13
  • 186. Aula 186 - Ética 1
  • 187. Aula 187 - Ética 2
  • 188. Aula 188 - Ética 3
  • 189. Aula 189 - Ética 4
  • 190. Aula 190 - Ética 5
  • 191. Aula 191 - Ética 6
  • 192. Aula 192 - Ética 7
  • 193. Aula 193 - Ética 8
  • 194. Aula 194 - Ética 9
  • 195. Aula 195 - Ética 10
  • 196. Aula 196 - Ética 11
  • 197. Aula 197 - Ética 12
  • 198. Aula 198 - Ética 13
  • 199. Aula 199 - Ética 14
  • 200. Aula 200 - Ética 15
  • 201. Aula 201 - Ética 16
  • 202. Aula 202 - Ética 17
  • 203. Aula 203 - Ética 18
  • 204. Aula 204 - Ética 19
  • 205. Aula 205 - Ética 20

Dúvidas Frequentes

Sim, somente no curso Escola Tomista isso é possível. Depois de pedir o cancelamento não será mais possível acessar seu ambiente virtual nem serão feitas novas cobranças. Mas em nenhum caso realizamos reembolso. O curso está em andamento e você poderá voltar quando quiser, bastando realizar uma nova inscrição.
Por se tratar de um curso em andamento, assim que realizar sua inscrição já terá disponível quase duas centenas de aulas. E a cada quinta-feira disponibilizamos uma nova aula, até o fim do curso, previsto para 5 anos contados de seu início (agosto/2017).
Sim, somente a Escola Tomista tem todas as aulas transcritas e você poderá fazer o download do texto em PDF. Como é um processo manual realizado por profissionais, as últimas aulas podem demorar até 2 semanas para aparecerem transcritas.
Infelizmente não. Recebemos dezenas de pedidos de bolsa, principalmente de seminaristas. Como temos um custo alto por aluno e optamos por manter o mesmo preço irrisório desde o início do curso, não poderemos abrir exceções.
Educação à distância é uma modalidade de ensino que permite ao cliente não estar fisicamente presente em um ambiente formal de aprendizagem. Ou seja, aluno e professor não precisam estar em um mesmo local ao mesmo tempo. O ensino à distância começou através de cursos por correspondência, que posteriormente migraram para o rádio e depois para a TV com os chamados Telecursos. Hoje, a Internet também tem servido de suporte para a realização destes cursos, dando origem aos cursos on-line.
O ensino à distância permite que o aluno estude no horário e local que lhe for mais adequado. Não há necessidade de deslocamento, custos com alimentação ou estadia. Todos esses fatores permitem que o ensino à distância seja uma grande oportunidade para quem não possui tempo de estudar ou até para quem gostaria de realizar outro curso além daquele que realiza presencialmente.
Os cursos são ministrados em um Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA. Nele se encontram as telas com o conteúdo do curso e os ícones de acesso às ferramentas de aprendizagem (ferramentas que auxiliam o aluno durante o curso). São aulas em vídeo (gravadas) e com documentos em PDF.
Os cursos on-line podem ser realizados por todas as pessoas interessadas em expandir seus conhecimentos.
Somente os cursos de graduação, pós-graduação e técnico-profissionalizantes precisam de reconhecimento. Nossos cursos on-line, no entanto, não necessitam de atualização e qualificação prévia para o entendimento dos assuntos abordados. Curso livre, segundo a Lei nº 9.394, é a modalidade de educação não formal de duração variável, destinada a proporcionar conhecimentos que lhe permitam qualificar-se e atualizar-se.
Sim, a exceção da Escola Tomista, único curso nosso com cobrança recorrente.
Se seu pagamento for realizado por cartão de crédito, a liberação é imediata. Caso opte por boleto bancário, o sistema liberá seu acesso automaticamente em até 2 dias úteis.
Não, uma vez aprovado o pagamento e liberado o acesso não é mais possível realizar o estorno.
Claro. Caso esteja enfrentando qualquer dificuldade de ordem técnica para acessar o ambiente, pagamentos, etc. basta escrever para cursos@santotomas.com.br. Também estamos sempre disponíveis por telefone ou WhatsApp.
Sim, os alunos poderão escrever diretamente para o professor Nougué, que responderá em e-mail de uso exclusivo dos alunos. AVISO: Apenas para os alunos da Escola Tomista.
Não, não há nenhuma prova. Mas alguns cursos podem ter questões de auto-avaliação que não são consideradas para o progresso no curso ou emissão do certificado.
Não, as aulas só podem ser assistidas on-line. Mas não se preocupe, você pode assistir quando quiser e quantas vezes quiser, enquanto sua matrícula estiver ativa.
Voltar ao topo